Revista Mugler

Todas as notícias da Maison Mugler

Entrevista com Casey Cadwallader, novo Diretor Artístico da Mugler
Pin It
Pin It

Entrevista com Casey Cadwallader, novo Diretor Artístico da Mugler

  - Moda  

Quero vestir as pessoas que me inspiram, e que a marca também as inspire.

Americano de New Hampshire, Casey Cadwallader estudou Arquitetura na Universidade de Cornell antes que um estágio na Marc Jacobs desse início a dezessete anos de experiência em Design de Moda, incluindo posições como Chefe de Moda Feminina na Loewe, Narciso Rodriguez e, mais recentemente, na Acne Studios. Ele foi nomeado Diretor Artístico de Moda da MUGLER em janeiro de 2018. Ele nos conta sobre sua visão e suas expectativas para sua próxima missão.

1. Qual é a sua visão para a MUGLER?

O meu objetivo é criar uma nova cultura ao redor da MUGLER, inspirada por uma abordagem multidisciplinar. Quero que a MUGLER seja para muitos tipos diferentes de mulher, de todas as idades, tamanhos, cores e para qualquer momento do dia. Quero vestir as pessoas que me inspiram, e que a marca também as inspire. Também quero voltar para o espírito fundador da MUGLER, porque o Sr. Mugler se arriscava de verdade e era um visionário, alguém que deu vida a um universo único e não convencional, independente de tendências e do senso comum. No entanto, a nova MUGLER não deveria só depender da estética que o Sr. Mugler criou, ela tem que seguir em frente, mas que legado incrível para ter como base!

2. O que o inspira como um Diretor Artístico?

O meu processo começa com o tecido, e acho que isso é o meu lado arquiteto falando: tudo começa com o material (adoro ver e descobrir novos tecidos, texturas, cores). Também me interesso muito por arte, e espero que isso seja algo que eu possa transmitir através do meu trabalho na MUGLER. Minha abordagem à arte também é bem sensual, já que eu procuro textura, cor, combinação de formas, ou às vezes me interesso principalmente pelo movimento e pela performance. Eu adoro design de interiores também. Então deixo todas essas coisas me envolverem, aí eu as processo e as integro no meu processo criativo. Preciso alimentar o meu cérebro para poder fazer coisas novas.

3. O que você defende como estilista e como cidadão? Que papel você quer ter na nossa sociedade atual?

As coisas que defendo como ser humano e como estilista são igualdade, celebrar a diversidade, individualidade e a defesa do meio ambiente. Sou um privilegiado na minha vida, no sentido de que eu não tenho que enfrentar e lidar com muitas dificuldades, ao contrário de muitas comunidades, então tudo que posso fazer é tentar entender outras perspectivas. É por isso que a empatia é muito importante para mim. Cada indivíduo tem uma história para contar que devemos ouvir. Eu admiro novas tecnologias que resolvem problemas do meio ambiente. Eu fiquei fascinado imediatamente pela Tesla e pela maneira em que ela oferece carros de energia limpa de um jeito tão bem desenhado, moderno e de alta tecnologia – eu até comprei ações quando elas foram lançadas! Não o suficiente, infelizmente (risos). A questão do meio ambiente é muito relevante na MUGLER também: nos tecidos que usamos, no tipo de fibra... acho que, como marca, devemos saber a fonte de nossos tecidos. O couro e a pele são uma questão também. Espero que as tecnologias nos ofereçam uma alternativa ao couro em algum momento, e eu não uso pele a não ser a de carneiro, que não é morto com este intuito particular. Também não vamos usar pele de vison ou de raposa em nenhuma coleção. L'impegno eco-sostenibile è estremamente rilevante anche per il brand MUGLER ed è presente, tra le altre cose, nella scelta dei materiali... come brand, è per noi importante conoscere la provenienza dei nostri tessuti. Per quel che riguarda pelli e pellicce, spero che presto le nuove tecnologie ci consentiranno di utilizzare alternative funzionali alla pelle. Noi impieghiamo solo pelliccia di agnello, un animale che non viene utilizzato esclusivamente nella realizzazione di capi di abbigliamento. Inoltre, nelle prossime collezioni MUGLER, non saranno più presenti pellicce di visone e di volpe.

4. Qual foi sua primeira interação com a marca MUGLER?

Provavelmente foram os desfiles da MUGLER que vi na TV ou o clipe Too Funky do George Michael. Eu cresci morando em uma cidadezinha em New Hampshire, então a MTV era a minha janela para o mundo real. Um desfile da MUGLER era um mundo completamente diferente de onde eu morava, e era tão empolgante para mim que eu queria estar lá. Sempre adorei roupas com uma dimensão escultural e arquitetônica, então sempre fui fascinado pela maneira em que o MUGLER ou outros estilistas como o Alaïa e o Narciso faziam roupas.

Como você se sente sobre a herança da MUGLER?

Claro que poder ter acesso a 6 mil peças dos arquivos é muito tocante. Nunca há uma falta de inspiração do que pode ser desenhado a partir do arquivo, e isso é tão poderoso e inegável, é um luxo poder estudá-lo. Ver como ele trabalhou com as formas, cores e tecidos é muito interessante.

5. Qual é o seu maior sonho?

É a primeira vez que sou Diretor Artístico, então finalmente poder fazer o que eu quero fazer, dentro da plataforma MUGLER, é incrível. Quero fazer roupas para todas as mulheres que me inspiram. Ter a chance de vê-las sendo usadas nas ruas vai ser uma lição de humildade.

6. Você sempre quis ser estilista?

Sempre quis desenhar coisas, mas não necessariamente roupas. Primeiro eu me interessei muito por pedras preciosas e até trabalhei em uma joalheria perto da minha casa por alguns anos, onde aprendi tudo sobre joias. Depois disso, me interessei por marcas e queria projetar carros – eu tinha essa ideia de desenhar a minha própria marca de carros, com um logo e tudo. Aí eu passei para os prédios, estudei para me tornar um arquiteto na Cornell por cinco anos. Meu amigo que estava trabalhando na Marc Jacobs me falou sobre um estágio lá, e as coisas meio que aconteceram. Para mim é tudo a mesma coisa, é criar e construir coisas com significado.

7. Qual é o seu maior vício?

Música techno! Leve-me para a pista de dança e eu não vou sair de lá pelo resto da noite (risos).

Leia mais

To access this content connect to the Circle!

Have you recently purchased a Thierry Mugler Parfums product?
Find the unique code located inside each Thierry Mugler Parfums product box. This code consists of 11 characters. Make sure you do not mistake a 5 (five) for an S, or a 0 (zero) for a D.

Are you a Circle member but have not yet created your online space?

A personal code is included with each mailing that we send you. This code replaces the unique code you used when you registered. It is very simple to use: just enter your personal code into the unique code field found on the Circle homepage. Should you have any questions, please feel free to contact our Customer Service Department by email at circle@usa.mugler.net, or by phone at 1-866-TMUGLER (1-866-868-4537) from Monday to Friday, 9 am EST-5:30 pm EST (except holidays).

Did you refill your bottle at The Source? Did the product you purchased not come with a unique code?

Keep your original receipt and send it to us by mail at the below mailing address, accompanied by a filled-out Circle card, which you may download and print by following the link below. You will receive a message from the Circle containing your personal code, which will allow you to create your online space.

Thierry Mugler Parfums Customer Relations
1 Park Avenue, 19th Floor
New York, NY 10016

Download the Circle card

Note: Once your space has been created a special Source section will allow you to register your refills with ease.

Are you about to place your first order through our online boutique?

Register for the Circle when placing your order.

Need more information?

Contact our Customer Service Department by email at circle@usa.mugler.net,or by phone at 1-866-TMUGLER (1-866-868-4537) from Monday to Friday, 9 am EST-5:30 pm EST (except holidays).

*Excludes make-up, the Mirror Mirror Collection, accessories, jewelry, and leather goods.

Discover the advantages of the Circle

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Mauris aliquet est libero, eget placerat sapien imperdiet eu. In tellus augue, congue sit amet dignissim eget, rutrum id arcu. Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas. Nunc nec tempor leo. Donec congue arcu nisl, sed euismod eros fringilla et. Phasellus feugiat vestibulum dui, non bibendum nisl pharetra at. Class aptent taciti sociosqu ad litora torquent per conubia nostra, per inceptos himenaeos. Nunc vel nibh sapien. Integer vestibulum fringilla semper. Nullam eros risus, facilisis ullamcorper sodales sit amet, dapibus non leo. Interdum et malesuada fames ac ante ipsum primis in faucibus. Maecenas a leo sit amet nunc euismod pellentesque id vel nisl. Mauris at finibus felis. Nullam non augue neque. Praesent blandit at urna a pretium.