Alien e a pedra ametista: poderes extraordinários

Personificação de seu perfume com rastro solar, a mulher Alien é poderosa, radiante e arrebatadora. Ela invoca o poder da natureza e os mistérios da feminilidade sagrada. Assim como o poder de seu frasco, inspirado na pedra ametista, que, segundo a lenda, é de origem divina.

A lenda de Ametista:
uma história divina

Na mitologia latina, Ametista era uma mortal de beleza incomparável. Baco, deus do vinho e de outros prazeres terrestres, ficou apaixonado por sua voz encantadora. Rejeitando as propostas cada vez mais insistentes dele, Ametista pediu ajuda a uma outra deusa, Diana. Vendo tamanha pureza sendo vítima da lascívia de Baco, ela decidiu petrificar a bela Ametista, transformando-a em uma pedra branca.

Comovido pela virtude de Ametista, Baco contemplou a simples pedra à sua frente e decidiu depositar nela todo o seu amor. De sua coroa de uvas, ele tirou o cacho mais bonito, violeta, espremeu-o e esmagou-o contra a rocha. Depois, repetiu o gesto, deixando o líquido mais refinado e tingindo a pedra com uma tonalidade roxa exuberante. Após terminar essa operação, abençoou a bela Ametista com as propriedades de amabilidade e temperança. Assim, durante a Antiguidade, as pessoas que usavam ametista se protegiam dos excessos ligados à embriaguez.

A pedra ametista:
usos e propriedades

A ametista consiste em um cristal de quartzo com uma cor que varia de lilás a violeta e é extraída em jazidas situadas em todos os continentes. Ela é considerada como uma pedra semipreciosa e utilizada como ornamento em ourivesaria desde a Antiguidade. Na Idade Média, o clero a adota como engaste em seus anéis para reprimir as pulsões humanas. Sua cor púrpura quase iridescente serve de decoração para os vitrais das catedrais medievais e todas as coroas da Europa e da Rússia.

Mineral valorizado por todos os adeptos da litoterapia, a ametista apresenta propriedades relaxantes: ela proporciona equilíbrio e serenidade, protege contra pesadelos e melhora a memória, contribuindo para a paz de espírito e a calma. Associada à sabedoria e humildade, a ametista também tem a reputação de estimular a criatividade.

Maison de vanguarda com um savoir-faire olfativo exclusivo, MUGLER se inspirou na ametista para tingir o vidro de suas criações Alien Eau de Parfum e Eau de Toilette Frascos concebidos como talismãs, carregados de energia positiva.

Novo frasco Alien, despojado e luminoso

Na nova campanha Alien com a radiante Jourdan Dunn ,o Estúdio de Criação MUGLER reinterpretou o frasco dos perfumes Alien para atingir uma pureza ainda maior. O estilo do vidro foi simplificado, mas manteve os códigos originais: a garra dourada que caracterizava o suporte foi retirada, e as linhas dos ombros foram suavizadas.

Alien: um frasco luminoso e de origem divina para um perfume com uma aura feminina e solar.

É um retorno às origens: trata-se, aliás, do formato inicial do frasco.
Elaboramos um frasco com um aspecto mais luminoso. A pegada é mais suave. O fato de ter abaixado os ombros traz mais luz.
comenta Christophe de Lataillade, diretor de criação dos perfumes MUGLER.
Mais sobre Inspiração
Escolha a fragrância: Eau de Parfum ou Eau de Toilette ?

Escolha a fragrância: Eau de Parfum ou Eau de Toilette ?

Decidir usar um Eau de Parfum ou um Eau de Toilette é uma decisão muito pessoal. Ambos estão para a sua pele com o amor está para o seu coração - tudo depende do desejo, dos sentimentos e do momento.

Artigos mais recentes da revista